A maioria dos trabalhos hoje existem por conta da tecnologia e, sem ela e seus avanços, provavelmente muitos de nós faríamos as atividades diárias de uma maneira muito mais demorada e difícil. Por isso é fundamental valorizar a infraestrutura de TI.

Isso porque uma infraestrutura de TI inadequada atinge diretamente a produtividade de todos, com suas falhas recorrentes e instabilidades em equipamentos.

Mas quando ela está em dia, aí é sucesso para todos! Os processos fluem, o time cumpre seus objetivos profissionais, a empresa cresce e seus colaboradores também.

Mas você sabe o que de fato é uma infraestrutura de TI e o que a envolve?

Neste artigo, respondemos essa pergunta e apresentamos todos os detalhes desse serviço que atua nos bastidores da tecnologia.

Siga a leitura e fique por dentro de tudo!

O que é uma infraestrutura de TI?

Infraestrutura de TI: como estruturar e otimizar a sua gestão

Podemos considerar a infraestrutura de TI todos os elementos que fazem uma atividade tecnológica funcionar.

Mesmo assim, a explicação ainda fica um pouco ampla, não é mesmo?

Mas a gente simplifica!

Você provavelmente está lendo esse artigo em seu notebook. 

Imagine tudo que faz ele funcionar para você chegar até esse post.

Primeiro você precisa de instalações de internet, que para isso precisam de cabos. 

Com o sinal de internet, você precisa ter esse notebook e um sistema atualizado, para que ele ligue.

O notebook também depende de alguns cabos, softwares, aplicativos e afins.

Agora ficou mais claro o que é infraestrutura de TI?

Ela vai muito além de um simples aparelho e um sinal de internet, envolvendo tudo que faz esses dois elementos funcionarem.

Ou seja, redes, instalações, sistemas, hardwares, softwares e plataformas.

Mas é claro que tudo isso só funciona mesmo com profissionais de TI capacitados, desta forma, eles também entram na parte de infraestrutura de TI.

Em uma empresa, toda essa estrutura é que a mantém conectada, desenvolvendo e lucrando.

Benefícios de uma infraestrutura adequada

Deu para entender que a infraestrutura de TI é basicamente a força motriz dos aparelhos tecnológicos, certo?

E não há dúvidas que com uma boa gestão de TI e se ela estiver adequadamente preparada, ela trará diversos benefícios, como:

  • Operações otimizadas;
  • Custos reduzidos;
  • Melhora na produtividade dos colaboradores;
  • Aumento na qualidade de serviços;
  • Aumento da satisfação dos clientes com serviços e produtos;
  • Experiência positiva em websites e e-commerces;
  • Decisões sendo tomadas de maneira mais assertiva.
  • Solucionamento de falhas mais rápido.

Mas nada disso é feito sem alguns componentes básicos da infraestrutura de TI.

Quais são eles nós te apresentamos a seguir.

Principais componentes da infraestrutura de TI

Os componentes da infraestrutura de TI são um conjunto de elementos que fazem acontecer todos os benefícios citados acima.

Abaixo, separamos os três principais deles:

Hardware

O Hardware se equivale a todos os equipamentos físicos, internos ou externos que mantêm a infraestrutura de TI.

Alguns exemplos são:

  • Placa de vídeo;
  • Processador;
  • Switches;
  • Roteadores;
  • Hubs;
  • Placa mãe;
  • Monitor;
  • Notebook;
  • Teclado;
  • Mouse.

Assim, todos esses elementos, quando estão em bom funcionamento, permitem que a infraestrutura de TI se mantenha em perfeito estado.

Soluções de outsourcing em infraestrutura TI por assinatura. Conheça!

Redes

As redes são fundamentais para que todos os aparelhos tecnológicos se conectem.

Com as redes em dia, todos nós conseguimos ter acesso aos sistemas de TI e seus recursos.

As redes são compostas por:

  • Roteadores;
  • Hubs;
  • Servidores.

Assim, os aparelhos tecnológicos se ligam a essas redes e, ao fazer essa comunicação e transferência de pacotes, como por meio de roteadores, eles se conectam. 

Software

Os softwares são a chave da infraestrutura de TI uma vez que suas ações executam os aparelhos tecnológicos.

Isso porque programas, aplicativos e sistemas envolvem os softwares, tornando nossas atividades mais fáceis.

Entram nesse formato os códigos e scripts também, sempre informando para as máquinas o que elas devem fazer.

Então, se seu celular liga apenas com um clique, se seu jogo favorito começa apenas clicando sobre ele, se seu navegador está aberto agora enquanto você lê esse texto, agradeça aos softwares que fizeram tudo isso acontecer!

Gestão de infraestrutura de TI: atribuições e boas práticas

Agora você já entendeu que a infraestrutura de TI engloba toda estrutura do seu parque tecnológico.

Então, chegou o momento de falarmos sobre a gestão dessa infraestrutura.

O principal objetivo dessa gestão é oferecer suporte e controle de toda estrutura para que tudo ocorra bem.

Com a gestão da infraestrutura de TI em dia, você corre menos riscos de um equipamento ficar inativo, por exemplo.

Isso ajuda a manter toda produtividade do negócio e dos colaboradores que dependem da tecnologia em suas funções.

Na prática, essa gestão geralmente é dividida em tarefas, como gerenciamento das redes, gerenciamento de sistemas, gerenciamento de armazenamento e afins.

Desafios na gestão de infraestrutura empresarial

O time responsável pela gestão da infraestrutura de TI atua para manter a tecnologia ativa diariamente.

Com isso, eles supervisionam, em tempo real, todo sistema de rede, hardware e software.

Podemos destacar alguns de serviços, sendo eles:

4 dicas para estruturar um projeto de infraestrutura de TI

Infraestrutura de TI: como estruturar e otimizar a sua gestão

1. Conduza um diagnóstico inicial completo da empresa

Esse diagnóstico inicial completo da empresa diz respeito a você analisar o que precisa ser feito em sua infraestrutura de TI.

É um ponto que parece um pouco básico de início, mas ao começar a fazer, você verá que ele é fundamental para a assertividade do serviço.

Nesse processo, olhe para cada setor e veja o que ele precisa para ficar mais adequado.

Aqui entra a busca por necessidades e vulnerabilidades da infraestrutura atual.

A pergunta central deste diagnóstico deve ser:

“O que minha empresa precisa, em termos de tecnologia, para funcionar melhor?”

Não ignore essa parte para não correr o risco de solicitar investimento em algum serviço de TI que não é necessário.

Lembre-se: a infraestrutura de TI deve diminuir os custos na conta final e não aumentar!

Com esse diagnóstico definido, a gestão da infraestrutura de TI definirá quais ferramentas, requisitos e serviços podem ser implantados.

2. Adote o modelo Hardware as a Service (HaaS)

Com o diagnóstico pronto e os serviços definidos, chega o momento de obter os equipamentos tecnológicos.

Nessa etapa, não se surpreenda se muitos equipamentos mais antigos forem substituídos por novos.

Isso provavelmente terá um custo alto, mas não faz sentido buscar por melhorias na infraestrutura de TI e se manter com aparelhos desatualizados.

Uma boa notícia é que esse impacto pode ser amenizado pelo modelo Hardware as a Service (HaaS).

Nesse formato, você paga uma taxa por mês para usar hardwares. 

Com o valor pago, o seu fornecedor irá disponibilizar equipamentos, trocas e manutenções.

Assim você pode trocar seu hardware antigo por um valor mais acessível.

3. Planeje infraestrutura de cabeamento

A etapa do cabeamento merece muita atenção, pois em todos os casos os aparelhos dependem deles!

Por mais simples que essa função pareça, se tudo for feito da maneira errada, além das falhas que os aparelhos irão apresentar, refazer será muito mais difícil.

Então, invista em um cabeamento estruturado, bem inserido e desenhado, para que os equipamentos performem bem e estejam prontos para possíveis movimentações e mudanças futuras.

4. Faça a virtualização da infraestrutura

Por fim, mas não menos importante, está a virtualização da infraestrutura de TI.

A criação de um servidor virtual fará com que ele comande os servidores físicos do seu negócio.

Isso irá evitar a sobrecarga de uma unidade de servidor físico, permitindo que vários sistemas operacionais rodem no mesmo software.

Reduza custos com o outsourcing da infraestrutura de TI

O serviço de outsourcing da infraestrutura de TI por assinatura, fará sua empresa se destacar diante de concorrentes do seu nicho. E o melhor: diminuindo gastos do seu negócio.

Isso porque essa estratégia, que é uma forte tendência no Brasil, permite que você aumente todo potencial do seu negócio.

Com o outsourcing de computadores, por exemplo, você pode alugar computadores, desktops, tablets, impressoras, scanners e acessórios da melhor qualidade do mercado, tudo isso com um serviço de assinatura com pagamento fixo mensal.

Esse investimento te privará de gastos com compras e manutenções, dando um alívio às finanças da sua empresa e possibilitando que você tenha mais capital de giro para investir em suas atividades principais.

Além disso, você e seu time não terão problemas com os equipamentos, como falhas ou lentidão, pois o ajuste dessas falhas fica a cargo do outsourcing.

Faça locação de equipamentos de qualidade para sua empresa

Iniciar chat
Fale com um especialista!