No cenário atual em que vivemos, todas as empresas dependem de sistemas tecnológicos e, para que eles entreguem os melhores resultados, é preciso uma gestão de TI eficiente.

Essa gestão depende de estratégia, tem fundamentos, áreas internas e frameworks.

Para ficar por dentro de tudo isso e muito mais que envolve uma gestão de TI de qualidade, separamos este artigo completo para você.

Vem com a gente para conhecer esses detalhes do setor!

Conceito de gestão de TI e principais componentes

O conceito de gestão de TI diz respeito à supervisão das operações e os recursos de tecnologia da informação de uma empresa.

Abaixo, fique por dentro de três componentes fundamentais para o seu gerenciamento.

Gestão estratégica de TI

A gestão de TI deve ser feita com estratégias favoráveis para toda organização e clientes, caminhando sempre com os princípios do negócio.

Os resultados de uma gestão de TI estratégica refletem na transparência, melhoria da comunicação, proatividade dos setores e crescimento da empresa.

Gerenciamento de serviços de TI

Os serviços de tecnologia de uma empresa, quando bem manejados pela gestão de TI, atendem todas as necessidades da organização.

E isso envolve um investimento além da tecnologia, mas também em pessoas e processos.

Com isso, há um reflexo positivo e direto na promoção de alcance da visão de futuro do negócio e na qualidade de entrega de todos os serviços.

Gerenciamento de infraestrutura de TI

A infraestrutura de TI diz respeito a todos os elementos que fazem as atividades tecnológicas funcionarem.

Ou seja, vão desde os aparelhos e sinal de internet, até o que faz com que eles funcionem, como redes, hardwares, softwares, plataformas e instalações.

Assim, o gerenciamento dessa infraestrutura é fundamental na gestão de TI, pois se ela estiver inadequada, irá atingir a produtividade de todos de uma empresa, com falhas recorrentes e instabilidade nos equipamentos.

Qual é a importância da gestão de TI?

Atualmente, a gestão de TI é o que sustenta todas as atividades corporativas de um negócio, por isso a sua importância.

É raro uma área de uma empresa não depender de automação, processamento de dados e conectividade, além dos equipamentos tecnológicos que fornecem tudo isso.

Sendo assim, é praticamente impossível separar a tecnologia das operações comerciais de empresas de pequeno, médio e grande porte.

Uma responsabilidade gigante, concorda?

E tem mais!

Afinal, quando esses processos tecnológicos ficam instáveis, as empresas ficam vulneráveis e todos apresentam baixos desempenhos.

Há também o risco de perda de dados, rede inativa e ataques de malwares, que podem ser capazes de encerrar as operações de um negócio por tempo indeterminado ou até mesmo para sempre.

Diante dessa dependência, a gestão de TI garante que toda a parte de tecnologia da informação se mantenha ativa, segura e entregando o máximo de si para que todos desempenhem seu papel e entreguem o seu melhor.

Fundamentos do gerenciamento de TI

Gostou de saber um pouco mais sobre o conceito da gestão de TI e a sua importância?

Então agora conheça mais sobre os fundamentos do gerenciamento de TI!

Alinhar a TI com os objetivos da empresa

Ou seja, manter a TI na mesma página que todo o restante da organização e com suas metas, para ajudar o negócio a chegar onde ele almeja. 

Fazer investimentos de valor

E isso não diz respeito apenas ao dinheiro, mas sim a fazer um follow-up dos investimentos em TI para ver se eles estão beneficiando a empresa.

Gerenciar recursos em todas as pontas

Mais um ponto que não envolve apenas a questão financeira, mas também o gerenciamento de colaboradores, por exemplo, explorando e desenvolvendo cada vez mais as suas habilidades e forças.

Gerenciar riscos

Esse fundamento exige que você se mantenha de olho nos ataques cibernéticos mais comuns e nos que estão surgindo, além das regulamentações que existem e que precisam ser seguidas.

Nesse ponto, também é fundamental ficar de olho nos riscos de cada área e em maneiras de diminuí-los.

Rastrear a performance do setor

É importante demonstrar o valor do seu setor e da sua gestão, então use métricas para comprovar que você e o seu time estão agregando e estão entregando melhorias para todos os setores.

Quais são as áreas do departamento de TI?

atividades ti

O departamento de TI é colaborativo, por isso há áreas dentro dele, com profissionais qualificados atuando. 

Conheça abaixo cada área desse departamento.

Operações

A área de operações do departamento de TI também costuma ser chamada de equipe de gerenciamento de serviços de TI.

São eles que trabalham com a infraestrutura, como redes e serviços da web, impactando diretamente o andamento das operações do negócio.

Projetos

A área de projetos conta com uma equipe que é contratada para resolver um problema específico.

Um exemplo é a contratação de um desenvolvedor de software para criar um site personalizado.

Justamente por esse foco em apenas um projeto específico, é comum que se terceirize essa área.

Suporte

A área de suporte une a equipe de operações e a de projetos, sendo considerado um time mais robusto.

Justamente por isso, esse time costuma ser permanente em um negócio, com profissionais completos e preparados.

Esses profissionais lidam tanto com problemas específicos, quanto com a sustentação do ecossistema de TI.

Processos

Por fim, há a área de suporte que conta com uma equipe responsável por aprimorar os processos envolvidos com o crescimento do negócio.

Aqui, atuam mineradores de dados, analistas ou especialistas em TI que possam agregar para a tecnologia em toda a organização. 

Principais frameworks para gestão de TI

O framework de TI ajuda a entender quais são boas práticas que devem ser aplicadas ao gerenciar projetos, processos e outras demandas de TI.

Abaixo, conheça os principais deles.

ITIL

O ITIL (Information Technology Infraestructure Library) é uma biblioteca estruturada com cinco livros que detalham como os projetos e processos da TI devem ser gerados.

Eles se aprofundam em:

  • práticas exemplares para treinamento da equipe;
  • suporte ao usuário;
  • solução de problemas; 
  • como desenhar novos projetos;
  • melhorias no que não vai bem na área de TI.

Os livros da ITIL são:

  • ITIL Service Strategy (estratégia de serviços);
  • ITIL Service Design (desenho de serviços);
  • ITIL Service Transition (transição de serviços);
  • ITIL Service Operation (operação de serviços);
  • ITIL Continual Service Improvement (melhoramento contínuo de serviços).

COBIT

O COBIT (Control Objectives for Information and Related Technologies) busca transformar os objetivos da organização em objetivos da TI.

Ele busca fazer isso focando na gestão dos processos e controlando a área de TI, mantendo uma estrutura com cinco princípios, sendo eles:

  • se alinhar às necessidades dos stakeholders;
  • entender todas as pontas da empresa;
  • usar um único framework integrado;
  • possibilitar uma abordagem holística.
  • diferenciar governança de gestão.

PMBOK

O PMBOK (Project Management Body of Knowledge) se baseia em dez áreas do conhecimento para administrar cada parte de um projeto, visando desde os custos até o tempo.

Seu foco é intenso no planejamento e documentação do projeto, algo que não é muito aceito pela área de TI que costuma gostar mais de ação e agilidade do que planejamento.

Mas todo esse planejamento e documentação não devem ser ignorados pela gestão de TI, pois proporcionam uma melhor visualização e controle dos projetos, além de os padronizar de acordo com seus ciclos de vida.

SAFe

O SAFe (Scaled Agile Framework) busca aumentar a agilidade na gestão dos projetos, mas focando em uma transformação em toda empresa, não apenas na TI.

Para que o seu objetivo em rapidez de entregas seja alcançado, ele se baseia nas práticas e princípios de Lean, Ágil e DevOps.

Uma de suas grandes vantagens ao aplicá-lo ao seu negócio é que você consegue auxiliar e disponibilizar produtos no mercado com mais rapidez.

Como otimizar a gestão de TI nas empresas?

Embora seja fundamental para o negócio, conforme você viu até agora, a gestão de TI também precisa ser otimizada.

E há algumas maneiras de fazer isso acontecer na prática.

Vamos descobrir como?

Práticas de governança

Investir em boas práticas de governança diz respeito a alinhar os objetivos da TI com a empresa, por exemplo, para então traçar objetivos que se pretende alcançar com a TI em específico.

Esse tópico também envolve a criação de metas a partir disso, usando sempre indicadores que medem a qualidade dos seus serviços prestados.

Além do mais, é importante que nas práticas de governança de TI entrem as políticas de segurança, para que tudo que for executado tanto pela TI quanto por outras áreas se mantenha protegido.

Gestão de custos

Com a gestão de custos, o setor de TI consegue achar um equilíbrio entre o seu orçamento e a sua performance.

Ao organizar sua gestão, considere valores com monitoramento, implementação, suporte, segurança e treinamentos.

Nessa etapa, alguns custos que pesam no orçamento também precisam ser considerados, como investimento em infraestrutura, em profissionais qualificados, novos equipamentos e soluções para manter a empresa atualizada.

Aqui cabe a opção do outsourcing de TI, para manter essa atualização que a organização precisa de forma mais econômica.

Isso porque o outsourcing tem serviços benéficos a gestão de TI, permitindo que haja mais flexibilidade e ampliação do parque tecnológico segundo a demanda que o setor precisa.

Para a gestão de custos ele é ideal, garantindo mais rentabilidade e menos pausas por problemas técnicos.

Estabeleça SLAs

Os SLAs definem acordos de nível de serviço, como contratos firmados com a área de TI.

Nele, há todas as condições que o serviço deve atender para ser satisfatório a todos.

Esses acordos que constam nos SLAs são benéficos tanto para a TI, que se protege de exigências absurdas, quanto para clientes e outras áreas que dependem do setor, entendendo quais os serviços que podem exigir, além da certeza de que tudo será entregue com qualidade.

Terceirização no TI

A terceirização otimiza a gestão de TI garantindo inovação com um maior controle de custo.

Isso porque é comum que com o serviço de outsourcing você pague por custo, evitando gastos desnecessários, uma vez que você paga apenas pelo que é usado.

Você também conta com profissionais especializados, com expertise na prestação de serviços, garantindo constantemente um ótimo suporte e manutenção dos equipamentos contratados.

Além disso, os equipamentos são sempre de ponta, oferecendo ao seu time sempre o que há de mais novo no mercado.

Defina e acompanhe KPIs

A otimização da gestão de TI também deve ser acompanhada por meio de KPIs, uma maneira prática de gerir as suas metas.

As KPIs também ajudam a identificar gargalos, erros e atrasos no sistema, auxiliando em todo o processo de replanejamento, caso seja necessário.

Tendências na gestão do TI

gestão de tecnologia da informação

Da sustentabilidade ao serviço de nuvem e digitalização, conheça aqui algumas tendências na gestão de TI.

Sustentabilidade no TI

Chamamos de TI verde as práticas sustentáveis no setor.

Um exemplo dessa prática é a troca de equipamentos antigos por máquinas mais modernas e que diminuem os gastos com eletricidade. 

Cloud Computing

O Cloud Computing diz respeito à tendência de que em breve todos estejam trabalhando apenas no espaço online.

Com isso, todas as atividades estarão relacionadas à nuvem, garantindo mais agilidade, praticidade e segurança para os negócios.

Digitalização e automação de processos

Por fim, a tendência da digitalização envolve transformar documentos físicos em digitais.

Essa prática deixa o ambiente de trabalho mais organizado e menos lotado de papéis nas mesas, armários e gavetas.

Além disso, a digitalização é uma prática que garante mais segurança aos documentos, diminuindo os riscos que os arquivos físicos correm, como roubos e estragos.

Como a Office Total pode ajudar o seu negócio

Como você viu até agora, a gestão de TI é um processo muito amplo e com inúmeras especificidades.

E a Office Total pode ajudar em muitas dessas etapas, otimizando a sua gestão com o nosso serviço de outsourcing.

Assim, você tem a frente do seu negócio uma empresa que há mais de 25 anos entrega soluções de outsourcing para organizações de todos os portes, com soluções customizadas para o seu empreendimento.

Garanta uma melhor gestão de TI para o seu negócio com a Office Total.

Conclusão

Ao longo desse artigo, você pôde notar que toda empresa precisa de uma gestão de TI qualificada e bem preparada.

Isso porque praticamente todos os processos de um negócio dependem da tecnologia e de um gerenciamento completo de sua infraestrutura de TI.

Não é à toa que a gestão desse setor tem fundamentos estabelecidos, áreas internas e frameworks, conforme apresentamos aqui.

E para que todos esses itens sejam otimizados, você pode contar com os serviços de outsourcing de qualidade que a Office Total tem para te oferecer.

Vamos unir forças em prol da sua gestão de TI?

Iniciar chat
Fale com um especialista!