ITIL é uma sigla que vem do inglês e significa Information Technology Infrastructure Library, em tradução: Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação.

Na prática, o seu objetivo é organizar todos os processos da área de TI, para que os colaboradores deste setor exerçam as suas funções com mais praticidade e eficiência.

E para que você entenda melhor como isso realmente funciona, preparamos esse artigo completo sobre ITIL, no qual falaremos em detalhes sobre:

  • o que é ITIL;
  • para que serve o ITIL;
  • versões do ITIL;
  • qual a importância do ITIL;
  • quem usa o ITIL;
  • quais são os processos do ITIL;
  • quais os benefícios do ITIL para as empresas.

Vamos lá?

O que é ITIL?

Como já demos um breve spoiler acima, o ITIL significa, em tradução, Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação.

Ou seja, o ITIL se trata de um conjunto de boas práticas para o funcionamento padronizado da área de TI.

Assim é possível, por exemplo, seguir um modelo para gerenciar projetos e as atividades da equipe de tecnologia da informação.

E foi justamente com esse propósito que o ITIL surgiu em 1980, na Grã-Bretanha, com a missão de padronizar e arquivar as melhores práticas que envolviam os processos de gestão em TI.

Nessa época, o foco era viabilizar diversos modelos de cases que tiveram sucesso nos processos gerenciais do setor, documentando-os e permitindo fácil acesso para futuramente auxiliar outros colaboradores. 

Para que serve o ITIL?

O ITIL serve para que o ambiente de TI seja mais estável e entregue melhores serviços às empresas, logo, aos seus clientes também.

Isso porque essa metodologia nada mais é do que boas práticas que o setor de TI deve seguir, englobando desde a manutenção e a operação dos serviços de TI até a infraestrutura da área.

Além do mais, o ITIL pode ser aplicado em setores operacionais e estratégicos de empresas de qualquer segmento e porte, desde que se tenham provedores de serviço de tecnologia.

Versões do ITIL

Como você viu até agora, o ITIL se trata de uma ampla biblioteca com as melhores práticas e padrões da gestão de TI.

Lançado em 1980, na Grã-Bretanha, essa metodologia passou por diversas mudanças e até o momento está em sua quarta versão, com a última atualização feita em 2019.

Abaixo, nós apresentamos quais são as quatro versões do ITIL. Acompanhe!

ITIL V1

A Agência Central de Computação e Telecomunicações do Reino Unido foi a responsável pelo lançamento da primeira versão do ITIL, em 1980.

Seu surgimento ocorreu por conta da alta demanda de TI, responsável por fazer com que se percebesse a necessidade de criar uma biblioteca com recomendações para padronizar as agências governamentais.

Isso porque havia uma grande preocupação com que as agências e o setor privado passassem a criar as suas próprias práticas e padrões de gerenciamento de serviços de TI, o que ocasionaria em problemas no futuro.

Assim, o ITIL começou a ser elaborado, primeiro com uma coleção de livros, cada um abordando sobre uma prática em especial dentro do gerenciamento de serviços de TI.

De início, esses documentos giraram em torno de uma visão com base no modelo de processo de controle e gerenciamento de W. Edwards Deming, o Ciclo de Deming ou ciclo PDCA, que consiste em Plan, Do, Check and Act, em tradução: Planejar, Fazer, Verificar e Agir.

Assim, de 1989 a 1996, os livros da primeira biblioteca criada já ultrapassavam os incríveis 30 volumes.

ITIL V2

A segunda versão do ITIL veio entre 2000 e 2001, com 9 publicações que especificaram melhor as diretrizes nos processos, aperfeiçoando o gerenciamento de TI.

Duas publicações se destacam nessa segunda versão, sendo elas o Service Support (Suporte de Serviço) e o Service Delivery (Entrega de Serviço).

ITIL V3

Em 2007 houve uma atualização do ITIL, nos levando a sua terceira  versão, com 26 processos e 4 funções que foram distribuídas em 5 livros, originando o Ciclo de Vida de Serviço.

Em 2011, a terceira versão do ITIL passou por outra atualização e ficou conhecida como ITIL V3 Update 2011. Essa mudança teve o intuito de refinar os processos e atender o propósito de melhoria contínua.

ITIL4

Por fim, em 2019 chegamos ao ITIL4, que notem, não segue mais o padrão dos nomes com um “V”.

Essa retirada do “V” no nome ocorreu por dois motivos, sendo o primeiro deles relacionado a revolução industrial, ou indústria 4.0

Depois, há a questão de mudanças na estrutura das publicações, que caso seguissem os modelos antigos, exigiam um grande esforço para fazer qualquer alteração.

Um exemplo é o ITIL v3, que continha 5 publicações core, cada uma delas com centenas de páginas, o que realmente dificultava o processo de qualquer pequena modificação.

Assim, com o ITIL4, passamos a ter publicações mais específicas e com mais atualizações em suas publicações quando for necessário. E tudo sem afetar a publicação core – ITIL4 Foundation. 

Qual a importância do ITIL?

ITIL curso

O ITIL é importante, pois providencia um conjunto adequado de práticas e padrões para gerenciar os serviços de TI.

Além do mais, todas essas práticas e padrões são comprovados no mercado, o que permite que sejam usadas em organizações que já tem operações em TI ativas e também em locais que estão criando as suas operações.

Além do mais, o ITIL se mostra importante uma vez que padroniza a linguagem do gerenciamento de serviços de TI.

Como exemplos, temos diversos termos que as empresas usam, que foram popularizados pelo ITIL, como Service Desk, SLA e Incidente, Mudança, Problema e Requisição de Serviço.

Quem usa o ITIL?

Como já falamos anteriormente, o ITIL pode ser usado por qualquer empresa que tenha um serviço ou produto que envolva a tecnologia da informação.

Ou seja, organizações de todo o mundo e de todos os setores podem aderir ao ITIl, como:

  • empresas de grande, médio e pequeno porte;
  • governos a nível nacional, estadual e local;
  • todas instituições de educação, desde colégios até universidades;
  • organizações não governamentais.

Se você quer conhecer mais sobre empresas que usam ITIL, a Axelos, atual responsável pelo desenvolvimento do ITIL, faz publicações recorrentes sobre organizações que aderiram ao ITIL.

As publicações feitas por eles envolvem white papers, estudo de caso e artigos, todos em inglês.

Quais são os processos do ITIL?

Para que você se aprofunde ainda mais no ITIL, abaixo apresentamos os seus processos. 

Estratégia de Serviço

A estratégia de serviço do ITIL envolve criar um plano que englobe a cultura da organização, a governança, políticas e os padrões que certifiquem a implementação e gerenciamento dos serviços.

Assim, você consegue criar valores para os seus clientes, transformando os serviços de TI em ativos estratégicos.

Design de Serviço

O design de serviço tem como objetivo fazer o mapeamento e disponibilidade de colaboradores do setor de TI.

Assim, é possível analisar quais são as suas habilidades, com a finalidade de otimizar os serviços que já existem e também para desenvolver novos serviços.

Transição de Serviço

A transição de serviços, por sua vez, se trata do processo de implementar um serviço e fazer a sua validação.

Ou seja, nessa fase diversos testes são feitos e a cultura organizacional da empresa também entra em cena, pois as mudanças costumam afetar o ambiente corporativo.

Assim, os colaboradores precisam entender qual é o valor dessa mudança e ficar por dentro de todos os seus benefícios, para apoiá-la e promovê-la.

Operação de Serviço

A fase operação de serviço tem como objetivo garantir que os serviços de TI sejam feitos e entregues com a máxima qualidade e cuidado, além de seguirem as diretrizes do Acordo de Nível de Serviço (SLA). 

É justamente nessa etapa que o cliente deve perceber o valor do serviço.

Sendo assim, ao longo desse processo, garanta ao seu cliente que caso ocorra alguma falha, ele terá um suporte eficaz à sua disposição.

Melhoria contínua de Serviço

Por fim, a etapa de melhoria contínua do serviço existe para que as estratégias de TI sejam acompanhadas e revisadas.

Embora seja a fase final dos processos, ela requer atenção, pois é com ela que você consegue identificar falhas e buscar meios de corrigi-las, estabelecendo quais pontos precisam de mudanças e melhorias. 

Quais os benefícios do ITIL para as empresas?

Está interessado em implementar o ITIL em sua empresa? Então conheça alguns benefícios dessa ação!

Redução de gastos

Como falhas e erros são identificados durante as práticas de ITIL, você consegue minimizar os prejuízos.

Assim, você evita aderir a medidas urgentes – e mais caras – para arrumar algum problema. Logo, a economia é garantida.

Mais produtividades dos colaboradores

ITIL certificação

Com os processos de ITIL, as atividades dos colaboradores de TI ficam mais claras e bem definidas.

Com isso, a equipe sabe exatamente onde cada um deve atuar, em quais tarefas devem focar e o que deve ser definido como prioridade, além de todos saberem para onde estão caminhando.

Satisfação do cliente pelo serviço

Como você acompanhou até agora, o ITIL é capaz de reduzir riscos e melhorar processos.

Assim, você consegue prever e controlar qualquer tipo de problema em seu serviço de TI, além de seguir as diretrizes do SLA.

Com isso tudo em prática, a experiência do cliente se torna melhor, pois os serviços entregues a ele passam a ser mais estáveis e seguros.

O resultado é a confiabilidade da sua empresa e a fidelização dos seus clientes, que satisfeitos com seus serviços, contribuem para sua boa reputação no mercado.

Conheça já os serviços da Office Total que também são capazes de melhorar os seus processos.

Conclusão

Com esse artigo, a nossa missão  foi te explicar que o ITIL nada mais é do que um conjunto de boas práticas para o funcionamento padronizado da área de TI.

Na prática, ao adotá-lo em sua empresa, o ITIL permite que seu ambiente de TI seja mais estável e entregue melhores serviços internamente e também para os seus clientes.

Além do mais, todas as práticas e padrões do ITIL são comprovadas no mercado, o que permite que todo tipo de empresa, de qualquer setor ou porte, adote essa metodologia.

E aí, bora focar nos processos do ITIL que apresentamos, para os inserir em sua TI?

Iniciar chat
Fale com um especialista!