Nada melhor do que conseguir tomar decisões, reduzir custos e otimizar processos com base em algo palpável, principalmente quando esse algo está relacionado com as finanças, concorda? E isso é possível com o ROI em TI!

Esse indicador permite, por exemplo, que se evite escolher serviços tecnológicos que não terão um custo-benefício vantajoso à empresa.

Ao aplicá-lo no setor, o seu resultado é uma área com escolhas mais certeiras, agregando a empresa com tecnologias benéficas a médio e longo prazo.

E para te ajudar a colocar tudo isso em prática, preparamos esse artigo completo sobre ROI em TI, explicando como fazer esse cálculo, a sua importância e formas de melhorá-lo.

Vamos juntos ficar por dentro desse universo?

Veja também:

O que é ROI de investimentos corporativos?

O ROI é uma sigla em inglês para “Return on Investment”, ou seja, Retorno sobre o Investimento.

Como seu nome já propõe, ele tem a missão de representar o prejuízo ou o lucro obtido depois de um determinado investimento dentro de uma organização.

Desta forma, o ROI pode ser usado para avaliar investimentos operacionais ou profissionais.

Nos investimentos operacionais, podemos citar a compra de novos equipamentos, como computadores. Nos investimentos profissionais, podemos citar a contratação de um novo funcionário ou a terceirização de um serviço.

Quais são os principais investimentos no setor de TI?

O setor de TI vive em constante evolução, portanto, seus investimentos costumam seguir tendências atuais.

No momento, podemos citar a adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) como um dos principais investimentos em TI.

Isso porque essa lei exige que as empresas mantenham a privacidade e segurança de quaisquer dados que elas armazenam, sejam de clientes ou funcionários, resultando em multas que chegam a R$ 50 milhões ou 2% do seu faturamento para as empresas que a descumprirem.

Sendo assim, o setor de TI precisou se mobilizar com urgência desde 2020 (data em que a lei entrou em vigor) para se proteger de ciberataques que coloquem em risco as informações e dados que guardam em seus sistemas.

Outro investimento forte no setor de TI foi a adesão do modelo de trabalho home office por parte da maioria das empresas durante o período da pandemia da Covid-19.

Neste cenário, muitas organizações optaram por manter esse modelo ou seguir a estratégia híbrida de trabalho, com alguns dias em home office e outros dias no escritório.

Assim, o setor de TI precisou reeducar os funcionários com questões tecnológicas durante o trabalho em casa e também incorporar novos serviços e tecnologias que fossem adaptadas a essa nova realidade.

E todas essas transformações nos cenários das empresas nos levam a outro investimento recente muito marcante na área de TI, que é a adesão do Cloud Computing.

Este, por sua vez, se trata do investimento em serviços de nuvem, que levam mais economia à infraestrutura de TI, permitem a flexibilidade aos trabalhadores do home office e garantem mais segurança aos dados e informações que as empresas mantêm em seus sistemas.

Por que calcular o retorno de investimentos em TI?

Calcular o ROI em TI é importante pois ele pode ser aplicado em todos os investimentos do setor, desde a compra de novos equipamentos até a terceirização da infraestrutura, como o aluguel de computadores, que já costuma vir com outros serviços vantajosos ao setor.

Em todas essas opções, o ROI em TI ajuda a equipe a encontrar dados que avaliem os impactos e resultados do investimento a médio e longo prazo.

Isso é extremamente importante, pois o cenário tecnológico passa por muitas transformações rápidas, então esse cálculo ajuda a ter uma base mais certeira de riscos, prejuízos e lucro para o setor de TI.

Impacto de bons investimentos no TI

Bons investimentos em TI são capazes de otimizar atividades e funções, melhorar a rotina dos colaboradores, a performance de trabalho deles, flexibilizar a rotina e diminuir os erros.

Quando falamos em flexibilidade, por exemplo, trata-se de um investimento em TI que permite que as áreas de uma empresa lidem rapidamente com mudanças nos projetos e demandas, sem ter quedas na produtividade.

Já quando o assunto é melhora da performance, falamos sobre a adoção de estratégias tecnológicas inteligentes, que otimizam o cotidiano dos colaboradores e levam mais eficácia às suas funções.

Por exemplo, em uma empresa de logística, ao automatizar os processamentos de pedidos e rastreamento de entregas, rapidamente há um reflexo na performance da empresa, uma diminuição de erros e melhorias na rotina.

Como calcular o ROI em TI?

Como calcular o ROI do setor de TI?

Gostou de conhecer mais sobre o ROI em TI? Então agora vamos te ajudar a entender como calculá-lo.

De maneira geral, você terá que avaliar custos, a receita e então o retorno. Veja a seguir como lidar com cada um desses passos.

1. Custos

Nesta primeira fase, você precisa delinear todos os custos que têm relação com a implementação de uma nova tecnologia, como um software, por exemplo.

Então, considere os gastos com licenciamento, implementação, suporte anual e custos com a operação interna.

Não esqueça das despesas com instalações deste software, treinamento da equipe para o uso adequado e adaptação de interfaces.

2. Receita

A receita é o segundo ponto essencial para se fazer o cálculo do ROI.

Aqui, consideramos receita todo o valor financeiro que está disponível para o investimento que se pretende fazer.

Então, se você for optar por alugar computadores para o seu negócio, por exemplo, estabeleça quais os ganhos decorrentes dessa verba.

3. Retorno

Por fim, há a fase de mensuração do retorno. A fórmula do cálculo usado aqui é bem simples:

ROI = (receita geral gerada pelo investimento – custo de investimento) / custo de investimento x 100.

Para ficar mais fácil de entender, vamos supor que a TI de sua empresa investiu em um novo serviço que custou R$ 50 mil durante dois anos.

Com esse valor, temos um receita somada em R$ 400 mil, logo, nosso cálculo do retorno é o seguinte:

  • ROI = (400.000 – 50.000) / 50.000 x 100
  • ROI = 350.000 / 50.000 x 100 = 700%

Então, aqui temos um ROI que conseguiu superar o investimento em 700%, logo, 7 vezes mais.

Lembre-se que esse valor precisa ser extremamente preciso, por isso, inclua todo o investimento feito.

Como aumentar o ROI em projetos de TI

Como melhorar o ROI do setor de TI?

A melhoria do ROI em TI pode ocorrer seguindo algumas sugestões que listamos abaixo. Fique por dentro!

Avalie soluções de outsourcing no TI

O outsourcing é uma estratégia que melhora o ROI em TI através da disponibilização de computadores, notebooks, scanners, impressoras e acessórios para serem alugados.

A adoção desse serviço permite que diversas atividades sejam delegadas a empresa que aluga esses equipamentos, como:

  • manutenção dos computadores;
  • troca dos equipamentos quando há defeitos e desgastes;
  • atualização dos bens;
  • realização do backup (cópias de segurança) em nuvem.

Assim, sua gestão do ambiente de TI fica mais segura, econômica e fácil de gerir, com gestores e colaboradores focados em atividades mais relevantes ao negócio.

[Ebook] Como calcular o ROI do outsourcing de computadores?

Mapeie por completo os processos

O mapeamento de processo e demandas internas é um dos primeiros passos que você deve seguir para melhorar o ROI em TI.

Com ele feito, você terá mais facilidade em conhecer a rotina dos colaboradores e a forma como está moldada toda a infraestrutura atual.

Assim, fica mais prático elaborar estratégias que envolvam custos em TI que sejam mais inteligentes e eficientes.

Atualize o parque tecnológico

O parque tecnológico, também conhecido como parque computacional, é toda a estrutura de TI de uma empresa.

Fazem parte do parque tecnológico os notebooks, computadores, impressoras, monitores, servidores e quaisquer soluções tecnológicas, como assinaturas virtuais, softwares e soluções de rede, como o armazenamento na nuvem.

Ao manter o seu parque tecnológico atualizado, a sua empresa usufrui melhor do potencial dos colaboradores e ganha destaque no mercado.

Alinhamento do TI e demais setores

Por fim, nossa última sugestão para melhorar o ROI em TI é alinhar a área com os demais setores.

Isso pode ser feito com o desenvolvimento de um SLA para o setor de TI.

O SLA diz respeito a um contrato simples e formal, que formaliza alguns pontos da área de TI em relação aos usuários de outras áreas de uma empresa, prestadores de serviços e qualquer outro ramo que tenha envolvimento com o setor de TI.

Neste documento, indica-se quais as expectativas que os demais departamentos têm dos profissionais para considerarem um bom atendimento.

Assim, é feito um acordo entre o time de TI e os outros ramos, definindo quais os níveis que podem ser atingidos com base nos valores investidos no setor.

Tecnologia por Assinatura: como pode aumentar o ROI do seu TI?

Vamos supor que a sua empresa decida adquirir equipamentos tecnológicos de ponta para transformar o ambiente digital da empresa ou abrir uma nova unidade.

O ROI pode ser positivo para esse investimento, mas ele com certeza aumentará drasticamente os gastos com manutenções, atualizações e depreciação.

Mas se você optar pelo outsourcing de computadores, boa parte dos seus gastos e atividades são delegados a empresa que disponibilizará essas máquinas.

Com isso, você minimiza custos deste investimento e aumenta a produtividade de sua equipe, maximizando o seu ROI em TI.

Além do mais, você tem benefícios fiscais, pois o aluguel de equipamentos de TI pode ser deduzido de alguns impostos em até 34% ou 40%, dependendo do regime tributário de sua empresa.

Soluções para Outsourcing da Infraestrutura de TI. Saiba mais!

Conclusão

Ao longo deste artigo, nossa missão era te explicar mais detalhes sobre o ROI em TI e como esse indicador pode te ajudar a se basear na tomada de decisões de investimento.

Por isso, te ajudamos a calcular o ROI em TI e melhorá-lo, com práticas como o outsourcing de computadores, mapeamento completo dos processos e atualização do seu parque tecnológico.

E aí, você já se sente pronto para colocar esse indicador em prática e ver seus custos reduzirem e a produtividade e qualidade aumentarem?

Iniciar chat
Fale com um especialista!